RESIESTRELA | PROJETO UNITA 11 DE MAIO 2021

A Resiestrela – Gestão, Valorização e Tratamento dos Resíduos Urbanos nos municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Manteigas, Meda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso é parceira local da Universidade da Beira Interior, no âmbito do projeto UNITA.

 

A Universitas Montium (UNITA) é uma aliança de universidades europeias, criada oficialmente no dia 6 de novembro de 2020, data do kick off meeting, e é um dos projetos apoiados pela Comissão Europeia com o objetivo de modernizar o Ensino Superior da União Europeia.

 

Esta aliança, que agrega cerca de 165.000 estudantes e 13.000 colaboradores, é composta por seis instituições de ensino superior de cinco países: Università Degli Studi di Torino (UNITO) - Itália, que foi líder da candidatura, Universidade da Beira Interior (UBI) - Portugal, Université de Pau et des Pays de L’Adour (UPPA) - França, Université Savoie Mont-Blanc (USMB) - França, Universitatea de Vest din Timisoara (UVT) – Roménia e Universidade de Zaragoza (UNIZAR) - Espanha.

 

Os objetivos gerais da UNITA, estão assentes em três eixos estratégicos - economia circular, energias renováveis e herança cultural, que podem ser resumidos nos pontos seguintes:

 

  • Construir excelentes alianças transnacionais de universidades, explorando didáticas inovadoras cocriadas por estudantes, colaboradores e atores locais, com uma visão de longo prazo e impacto transformacional nos sistemas de educação;

 

  • Colocar as universidades no centro do desenvolvimento cultural e económico dos seus ecossistemas locais, reduzindo as desigualdades entre as regiões centrais e periféricas por meio da sustentabilidade e do desenvolvimento de áreas rurais e montanhosas;

 

  • Promover a cidadania, a identidade e os valores e europeus;

 

  • Construir uma área europeia de educação para promover uma transição digital e verde;

 

  • Promover políticas de inclusão a todos os níveis;

 

  • Aumentar a atratividade das instituições europeias de ensino;

 

Assim sendo, a Resiestrela contribuirá com a sua experiência local e pelas ações diretas relacionadas com a gestão de resíduos, de uma forma sustentável.

 

Como referência social e ambiental nesta região, a Resiestrela tem como objetivo impulsionar processos inovadores e de criação de valor, através de diversas infraestruturas de apoio, nomeadamente: Aterro Sanitário, centrais de triagem, centrais de recuperação de energia, centrais de tratamento de resíduos mecânicos e biológicos, ecocentros e estações de transferência de resíduos.

 

Através destas infraestruturas. Produz-se energia elétrica a partir de resíduos sólidos, que é canalizada para a Rede Elétrica Nacional; encaminha para reciclagem resíduos de embalagens de plástico/metal, papel/cartão e vidro; e produz fertilizantes orgânicos (produção agrícola) a partir de compostos orgânicos, que podem ser aplicados ao solo.

 

Com este projeto, a Resiestrela vai ter a oportunidade de impulsionar o seu networking de forma a incrementar as suas ações futuras, introduzindo conceitos e tecnologias adequadas ao uso racional da energia.

447 GWh/ano
Energia produzida
6,2 Milhões
Habitantes abrangidos
328,0 Toneladas
Resíduos reciclados
22,4 Toneladas
Corretivos orgânicos produzidos
3,2 Milhões t
Resíduos tratados e valorizados